Home / Cidades / Prefeitura de Lago da Pedra realiza campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

Prefeitura de Lago da Pedra realiza campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

A Prefeitura de Lago da Pedra, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, através do CREAS (Centro de Referência Especializada de Assistência Social), alerta à sociedade sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem como data dia 18 de maio. A ação aconteceu na Praça Deputado Waldir Filho, sábado, (15), de maio.

Hosana Martins Secretaria Municipal de Assistência Social, destacou a data. “Em virtude da pandemia do coronavírus, diferente dos anos anteriores, a campanha não contará com palestra e outras atividades para marcar a data, evitando assim a aglomeração de pessoas”. A proposta da campanha é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. “É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual”, destacou a secretaria.

Prevenção

Como forma de prevenção, os pais podem estimular o diálogo aberto com a criança ou o adolescente. Em geral, criminosos sexuais, especialmente nos casos de abuso, costumam ameaçar fazer mal a alguém próximo da criança, caso ela conte. Se o pai ou a mãe notarem a criança triste demais, inquieta, tendo pesadelos ou dificuldades para dormir.

 

Qualquer pessoa que tiver conhecimento de casos de abusos e a exploração sexual de criança e adolescentes pode denunciar através dos seguintes números: (99) 98160-4770 (Conselho Tutelar), (99) 99123-1957 (CREAS), que é um serviço de proteção de crianças e adolescentes com foco em violência sexual.

A Campanha

A atividade faz alusão ao dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual, que relembra o Caso Aracely, uma criança de Vitória (Espírito Santo) que foi encontrada morta, em 18 de maio de 1973, após ter sofrido vários tipos de violência, dentre elas, abuso sexual. Em 2000, o Brasil adotou a data oficialmente como dia de luta contra essas manifestações de violência, através da Lei 9970.

Sobre Blog do Pinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *