Casa desaba sobre idoso de 86 anos no município de Codó

Uma casa desabou na quarta-feira (11) sobre um idoso de 86 anos no município de Codó, a 290 km de São Luís. O idoso identificado como Francisco Barbosa Nascimento estava na residência quando por volta das 5h ele foi surpreendido com o desabamento do teto e um armário o salvou.

Por alguns momentos o idoso ficou preso e só foi resgatado por homens do Corpo de Bombeiros Militar. O comandante do Corpo de Bombeiros, capitão Wilson Belo, disse que Francisco Barbosa tinha ferimentos na região da cabeça e que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência deu total suporte durante o resgate dele.

“Nós nos deparamos com o seu Francisco que ainda estava no meio aos escombros e graças a Deus conseguimos resgatar ele com sinais vitais. Algumas lesões na altura do crânio no lado esquerdo e tornozelo. A equipe do Samu deu total suporte”, contou o comandante do Corpo de Bombeiros.

O capitão do Corpo de Bombeiros fez orientações sobre como cuidar das casas que tem um período maior de construção a fim de que elas não posam ser alvo de um desabamento no futuro. “É ripas e telhas, caibros com cupim e colapiçabas, ou seja, fragilizadas ao longo do tempo, você já deve ter de antemão que com esse período de chuva poderá vim atingir esse telhado e essas paredes. Então, o cuidado é especial a essas casas que tem um período maior de construção e não teve a manutenção”, finalizou.

G1MA

Sobre Blog do Pinheiro

Veja Também

Petrobras reduz preço da gasolina em 5% nas refinarias a partir deste sábado

Nesta sexta-feira (19), a Petrobras anunciou a primeira queda no preço da gasolina das refinarias ...

Efeito Lula: Maura Jorge volta a ser aposta de bolsonaristas no Maranhão

Após decisão do ministro Edson Fachin de anular todas as condenações do ex-presidente Lula (PT) ...

Prefeito de Bacabal Edvan Brandão deixa hospital municipal sem oxigênio

  Em meio a pandemia da covid-19, a cidade de Bacabal anoiteceu nesta quinta-feira (11), ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *