Hospital Regional de Matões do Norte segue fechado após 90 dias

Apesar da promessa feita pelo Governo Flávio Dino, de maneira absurda e vergonhosa, o Hospital Regional de Matões do Norte, após aproximadamente 90 dias de reforma, segue de portas fechadas.

Logo no início de fevereiro, o Governo Dino desativou a importante unidade de saúde, alegando a necessidade de realizar uma reforma. A informação gerou revolta nos funcionários e na população, que não admitiam a interdição total do Hospital Regional de Matões do Norte e defendiam o fechamento de setores da unidade.

Em matéria publicada no próprio site do Governo do Maranhão (veja aqui), foi afirmado que a reforma fora iniciada no dia 04 de fevereiro e que o prazo para a conclusão seria de 60 dias. Veja abaixo um trecho da reportagem.

De acordo com o engenheiro da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Erick Goiabeira Feques, as obras têm prazo de conclusão de 60 dias. “Essas obras de adequação vão melhorar os serviços de atendimento clínico. Essa paralisação momentânea vai atender as exigências do Ministério da Saúde juntamente com a Superintendência de Vigilância Sanitária. Com o projeto elaborado e aprovado, damos início as obras dessa unidade para devolvê-la a população dentro do prazo”, pontuou.

No entanto, já passados 90 dias, infelizmente, a realidade é a mesma, ou seja, o Hospital Regional de Matões do Norte segue de portas fechadas para quem realmente precisa.

Sobre Blog do Pinheiro

Veja Também

Lago do Junco- SEMED realizará Jornada Pedagógica 2021 de 2 a 5 de março.

A Prefeitura de Lago do Junco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), promoverá ...

Petrobras anuncia novo aumento nos preços do diesel e da gasolina

Nesta segunda-feira (1º), a Petrobras anunciou um novo reajuste nas refinarias de 4,8% na gasolina ...

Covid-19: Maranhão confirma primeiro caso da variante P.1

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) o resultado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *