Justiça decide sobre manutenção ou não do lockdown

juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís, participa hoje (12), às 10 da manhã de uma audiência de conciliação para definir sobre a prorrogação ou não do lockdown nos quatro municípios da Região Metropolitana de São Luís.

A audiência que acontece às 10h, será por meio de videoconferência terá as participações de representantes do governo do Maranhão e dos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Limiar e Raposa.

O juiz Douglas Martins determinou que os municípios e o Estado apresentem todas as informações atualizadas sobre o lockdown no que diz respeito à circulação de pessoas nas quatro cidades nestes 8 dias de bloqueio total.

Durante a audiência será definido se os municípios mantém o lockdown e por quanto tempo ou se acaba mesmo na quinta-feira (15) como determinado pela Justiça em liminar ou ainda se haverá alteração no tipo de restrição na circulação de pessoas.

Na semana passada, em entrevista coletiva, o governador Flávio Dino já havia se antecipado e afirmado que caberia à Justiça decidir sobre a manutenção ou não do lockdown que teve início no dia 5 e vai até 14 de março. O governador também antecipou o feriado de 28 de junho para 15 de maio (sexta-feira) para manter a diminiução da circulação de pessoas por mais três dias, incluindo o sábado (16) e o domingo (17), restringindo a saída e entrada de pessoas pela BR-135 e terminal de ferry-boat.

Foto: Divulgação⊂

Sobre Blog do Pinheiro

Veja Também

Lago do Junco- SEMED realizará Jornada Pedagógica 2021 de 2 a 5 de março.

A Prefeitura de Lago do Junco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), promoverá ...

Petrobras anuncia novo aumento nos preços do diesel e da gasolina

Nesta segunda-feira (1º), a Petrobras anunciou um novo reajuste nas refinarias de 4,8% na gasolina ...

Covid-19: Maranhão confirma primeiro caso da variante P.1

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) o resultado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *