Maranhão ultrapassa a marca de 5 mil mortes por Covid-19

O Maranhão rompeu, nesta sexta-feira 26, a triste marca de 5 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Segundo boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado da Saúde), o estado registrou 18 novos óbitos nas últimas 24 horas. Ao todo, são 5.012 óbitos provocados pelo novo coronavírus e 218.435 casos confirmados, sendo 9.806 ainda ativos.

A última vez em que foram registradas 18 mortes pela Covid-19 foi em 10 de agosto do ano passado, na primeira onda da pandemia.

A ocupação de leitos de UTI (unidade de tratamento intensivo) exclusivos para pacientes com Covid-19 na Grande Ilha é de 91,19%, e 57,80% de leitos clínicos. Em Imperatriz, 89,09% dos leitos de UTI estão ocupados, e já não há mais vagas para leitos clínicos. Nas demais regiões, a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 73,60%. e de leitos clínicos é de 34,28%.

Devido à falta de transparência, não é possível saber quais unidades hospitalares estão lotadas e em quais ainda restam, quando é o caso, algum leito disponível.

Apesar da alta quantidade de casos e vítimas da doença, e do alto risco de colapso no sistema de saúde, o governador Flávio Dino (PCdoB) segue ainda apenas estudando se adota ou não medidas mais rígidas de enfrentamento à pandemia.

Também hoje, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz confirmou o primeiro caso da variante P.1 da Covid-19 no Maranhão. A variante, identificada originalmente no Amazonas, torna o coronavírus mais contagioso e mais resistente a anticorpos, segundo estudos preliminare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *