Prefeita de Arame descumpre decreto dela mesma que proíbe reuniões

Uma prefeita do Maranhão deve ser obrigada a pagar, no mínimo, uma multa de R$ 500 depois de descumprir decreto editado por ela mesma durante a pandemia da Covid-19.

 

Jully Menezes administra a cidade de Arame. No início desta semana ela publicou decreto proibindo, dentre outras coisas, “a realização de festas, shows e reuniões de qualquer tipo”.

A própria prefeita, no entanto, descumpriu a determinação e realizou uma reunião política numa aldeia indígena. Detalhe: muita gente sem máscara por lá.

Pagará Jully Menzes a multa que ela mesma instituiu?

Foi o que questionamos à Prefeitura de Arame por email. Aguardamos retorno.

Fonte Gilberto Leda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *