Prefeito Djalma Melo declara apoio ao ex-prefeito Rui Filho Pré-candidato a prefeito de Arari .

Nas últimas horas  o município de Arari teve  grande  movimentação nos bastidores da política da baixada Maranhense   com a união do atual prefeito Djalma Melo e o ex-prefeito Rui Filho .

O ex-prefeito  Rui Filho concorrerá a prefeitura de Arari pelo partido PTB/14, sigla essa do atual prefeito da cidade Djalma Melo.

O atual prefeito de Arari Djalma Melo declarou apoio a pré- candidatura do ex-prefeito Rui Filho que irá concorrer as eleições deste ano no município.de Arari .

 

Secretario de Saúde de São Luís Lula Fylho é demitido

A Prefeitura Municipal de São Luís informouna manhã deste sábado (25) alteração no comando da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Sai do posto Lula Fylho.

“O nome do novo titular do órgão, que assume em substituição ao secretário Lula Fylho, será comunicado posteriormente”, diz o comunicado.

Lula Fylho foi um dos alvos da recente operação Cobiça Fatal, da Polícia Federal, mas a Prefeitura não informou se a saída dele tem alguma relação com o caso.

Gilberto Leda

 

Prefeita de Arame descumpre decreto dela mesma que proíbe reuniões

Uma prefeita do Maranhão deve ser obrigada a pagar, no mínimo, uma multa de R$ 500 depois de descumprir decreto editado por ela mesma durante a pandemia da Covid-19.

 

Jully Menezes administra a cidade de Arame. No início desta semana ela publicou decreto proibindo, dentre outras coisas, “a realização de festas, shows e reuniões de qualquer tipo”.

A própria prefeita, no entanto, descumpriu a determinação e realizou uma reunião política numa aldeia indígena. Detalhe: muita gente sem máscara por lá.

Pagará Jully Menzes a multa que ela mesma instituiu?

Foi o que questionamos à Prefeitura de Arame por email. Aguardamos retorno.

Fonte Gilberto Leda

Lagoa Grande do Maranhão-Promotoria abre procedimento para apurar compra de EPI’s

A 1ª Promotoria de Lago da Pedra instaurou um procedimento administrativo contra a Prefeitura de Lagoa Grande para apurar a compra de EPI’s durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A investigação está sob a responsabilidade do promotor Lúcio Leonardo Feliz Gomes.

Segundo informações, a Prefeitura de Lagoa Grande contratou a empresa M.Z de Sousa Bezerra Eireli, sem licitação, pelo valor de R$ 22.736,25 mil.

O objeto do contrato é o fornecimento de materiais de EPI’s para atender a demanda dos hospitais do Município.

O promotor Lúcio Leonardo quer ter acesso a todos os documentos relativos ao processo licitatório.

Fonte Neto Ferreira

Homem é encontrado morto no Bairro Planalto em Lago da Pedra

Na madrugada de quinta para sexta-feira (24), o corpo de um homem foi encontrado numa estrada do Bairro Planalto em Lago da Pedra.

Segundo informações, o homem se trata de Elinaldo Alves, de 31 anos. Os ferimentos e um pedaço de madeira encontrado próximo ao corpo mostram que ele foi vítima de homicídio enquanto voltava para sua residência. Segundo informações de populares, horas antes ele estava bebendo em um bar na companhia de outras pessoas.

O fato da moto dele não ter sido levada torna a possibilidade de latrocínio menos provável. Ainda de acordo com informações, a moto que Elinaldo andava foi deixada com a chave no contato.

A Polícia Civil irá dar continuidade às investigações.

– Com informações de Walney Batista

Compra de ambulâncias é alvo de investigação em Lago do Junco

A compra de duas ambulâncias realizada pela Prefeitura de Lago do Junco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está sendo alvo de investigação da 1* Promotoria de Justiça de Lago da Pedra.

O processo investigatório está sob a responsabilidade do promotor de Justiça Lúcio Leonardo Froz Gomes.

Segundo informações, a Prefeitura contratou a empresa P. G. Aguiar Vieira, sem licitação, para adquirir duas ambulâncias como medida de proteção para o enfrentamento de emergência do novo coronavírus (Covid-19).

A compra custou aos cofres públicos R$ 166 mil.

O promotor determinou diligências para apurar a regularidade da contratação. Além disso, encaminhou os autos à Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça.

Fonte Blog Neto Ferreira

PESQUISA MBO APONTA VITÓRIA DE ZEQUINHA EM APICUM-AÇU – MA

O MBO PUBLICIDADE, MARKETING E PESQUISA divulgou resultado de sondagem que aponta a vitória do Pré Candidato ZEQUINHA (PSC) para a prefeitura de Apicum-Açu Maranhão, em todos os cenários de perfil sério, simples e popular.

Segundo os números na espontânea, em que não é sugerido nomes , o pré candidato Zequinha tem a preferência de 44,53% do eleitorado, conta 23,65% do pré candidato apoiado pelo atual prefeito Cláudio Cunha o Jadeco (PL), na pesquisa ainda aparece o Pastor Zé Carlos com 1,19%. DR. Sandro com 0,79% e Herlei da GW com 0,19%. Já os que não sabem ou não responderam NS/NR, somam 29,62%.

Já na estimulada, quando é apresentado ao eleitor opções de pré candidatos ao pleito, a vantagem de *ZEQUINHA* aumenta para *46,91%*.

*Jadeco* aparece com 26,04%, Dr. Sandro 9,34% e o Pastor Zé Carlos tem 3,57%, NS\ NR soma 14,11%.

O período da realização da coleta de dados foi em Janeiro de 2020.

Sobe o registro MA-07112/202 TSE.

A pesquisa MBO ouviu 503 eleitores de Apicum-Açu na sede e zona rural do município.

A margem de erro é de (3.5 ) para mais ou para menos .

Nome da empresa ou entidade que realizou e se for o caso de quem a contratou : MR BORGES SERVIÇOS/ MBO PUBLICIDADE MARKETING E PESQUISA .

Maura Jorge registra Boletim de Ocorrência contra primo do prefeito de Lago da Pedra

A ex-prefeita de Lago da Pedra Maura Jorge registrou Boletim de Ocorrência onde relata ter sido ameaçada por Ednaldo Arruda, primo de Laércio Arruda, atual prefeito da cidade. Ela diz que ameaças também foram dirigidas a sua família.

“Eu pessoalmente vou dar um jeito na Maura Jorge”, teria dito Ednaldo Arruda em uma de suas mensagens.

Em resposta à imprensa, Maura Jorge emitiu a seguinte declaração:

“Isso é reflexo das pesquisas e da sede que eles têm de permanecerem no poder. Vão tentar me intimidar de todas as formas, mas eu não tenho medo, nunca tive. O prefeito, junto com os políticos estaduais que lhes dão apoio passaram três anos sem fazerem nada pelo município. Agora lembraram que Lago da Pedra existe e estão enchendo a cidade de ações meramente eleitoreiras. Isso não convence mais o povo, e a prova são as pesquisas registradas. Pra você ter uma noção, em situação de confronto, a última pesquisa registrada pela Econométrica apontou Maura Jorge com 59,7% contra 30,3% do atual prefeito. Saber que os dias deles dentro da prefeitura estão contados é o real motivo desse desespero todo. Eles que nos aguardem, estamos indo com amor, paz, trabalho pra mostrar e muita força de vontade de mais uma vez libertar Lago da Pedra de tanto descaso e opressão”, disse a ex-prefeita.

Fonte Gilberto Leda

Criminosos ateiam fogo em ônibus no município de Imperatriz

 

Na noite  terça-feira (21), cinco criminosos encapuzados e armados, expulsaram os passageiros do ônibus da empresa Ratrans que faz linha nos bairros Centro/Bom Jesus. Em seguida, os suspeitos colocaram fogo no veículo.

 

Moradores da região acionaram o Corpo de Bombeiros que encaminhou uma equipe até o local com um caminhão-tanque. Quando chegaram, o fogo já havia consumido todo o ônibus.

Os criminosos ainda levaram os documentos e o celular do condutor do veículo. O ônibus que sofreu o ataque é utilizado por alunos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no campus Bom Jesus.

O crime ocorreu pouco tempo depois que três homens incendiaram o Centro de Ensino Amaral Raposo, que fica no Parque Imperial. Documentos e cadeiras da instituição acabaram sendo destruídos.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) explicou que a escola está passando por reformas e por isso parte da mobília e alguns documentos estavam no pátio interno, local em que as chamas se iniciaram.

Confira a nota na íntegra

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que no início da noite desta terça-feira (21) houve um princípio de incêndio no Centro de Ensino Amaral Raposo, localizado no município de Imperatriz, ocasionado por vândalos que teriam pulado o muro da escola e provocado as chamas no pátio interno. A comunidade do entorno imediatamente acionou o Corpo de Bombeiros, que controlou o fogo.

A Seduc esclarece que a escola está em reforma e que o ocorrido causou danos materiais em parte da mobília e de alguns documentos escolares que foram queimados. A Seduc informa, ainda, que acionou as autoridades policiais e que a equipe da Unidade Regional de Educação de Imperatriz está no local, acompanhando a apuração da polícia.

Por fim, diante desse ato criminoso, a Secretaria externa tristeza e lamenta que ações como essas ocorram em prédios escolares, que são ambientes de formação cidadã do povo do Maranhão. Ao mesmo tempo, aguarda que os responsáveis sejam identificados e punidos pelo crime cometido contra o patrimônio público.

Aguarde mais informações…

No último domingo (19), três ônibus escolares foram incendiados na porta da Prefeitura Municipal de Fortuna, interior do Maranhão.

De acordo com informações da polícia, a motivação do crime continua sendo investigado. Um dos suspeitos de atear fogo nos veículos foi preso e deve responder pelo crime de dano ao patrimônio público.

O Imparcial

 

Deputados aprovam ‘Novo Fundeb’ com repasse maior da União

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (21), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15, que torna permanente o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) e eleva a participação da União no financiamento da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio.

O texto-base da proposta foi aprovado em segundo turno por 492 votos a 6, além de 1 abstenção. Pouco antes, no primeiro turno, o placar da votação foi de 499 votos a 7. Os deputados ainda precisam votar um destaque para concluir a votação da PEC, que seguirá para o Senado.

Segundo o parecer da relatora, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), a contribuição da União para o Fundeb crescerá de forma gradativa de 2021 a 2026, de forma a substituir o modelo cuja vigência acaba em dezembro.

Nos próximos seis anos, a parcela da União deverá passar dos atuais 10% para 23% do total do Fundeb, por meio de acréscimos anuais. Assim, em 2021 começará com 12%; passando para 15% em 2022; 17% em 2023; 19% em 2024; 21% em 2025; e 23% em 2026.

Os valores colocados pelo governo federal continuarão a ser distribuídos para os entes federativos que não alcançarem o valor anual mínimo aplicado por aluno na educação. Da mesma forma, o fundo continuará recebendo o equivalente a 20% dos impostos municipais e estaduais e das transferências constitucionais de parte dos tributos federais.

Em 2019, o Fundeb distribuiu R$ 156,3 bilhões para a rede pública. Atualmente, o fundo garante dois terços dos recursos que os municípios investem em educação. Os repasses da União, que representam 10% do fundo, não entram no teto de gastos (Emenda Constitucional 95/16).

As informações são da Agência Câmara de Notíciasµ