Nota de repúdio aos ataques  que vem sofrendo o Instituto Educacional Deputado Waldir Filho de Lago da Pedra .

O Instituto Educacional Deputado Waldir Filho – IEDWF manifesta, publicamente, toda a sua contrariedade aos ataques impróprios, as agressões verbais e as calúnias que tem sofrido, diante de infortúnias acusações de determinados setoristas e o comportamento desapropriado de algumas pessoas que utilizam os meios de comunicação e a divulgação dos mecanismos sociais e blogs para denegrir e sustentar uma posição inversa aos valores da Instituição de Ensino, com o intuito de causar a descrença na mesma e a sua instabilidade estrutural.

Nós temos a convicção que todo cidadão possui o direito de se manifestar livremente, mas é inadmissível que a liberdade de expressão seja realizada através da perturbação de ordem pública, da desinformaçao coletiva, de narrativas caluniosas e suposições inverossímeis que só demonstram o desconhecimento dos fatos citados e o caráter apelativo dos seus envolvidos, pressupondo, assim, que não passam de atos presumidos com fins políticos e que tem por objetivo constranger a todos, que fazem parte e nos dão ciência, e a reputação da nossa empresa, de qualidade reconhecida no mercado e zelo social.

Nossos princípios norteadores são elencados nos valores cristãos, no dever cívico e educacional e na ética profissional, que tem como um dos seus pilares a liberdade de expressão, que nos concede a garantia do Estado Democrático de Direito. Nunca fez parte da índole corporativa, nessa jovem e vitoriosa caminhada, o critério/seleção da coerção pública, do cerceamento de pessoas ou do trabalho, do discurso do ódio, do proselitismo ou da violaçao de quaisquer direitos, sejam individuais ou coletivos. Educar por excelência não é somente ensinar, mas edificar cidadãos, e este também é o nosso compromisso.

Direção Geral do Instituto Educacional Deputado Waldir Filho-IEDWF

Roberto Rocha se une a Maura Jorge de olho nas eleições de 2022 para o governo do Maranhão

O líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha, começa a se movimentar no tabuleiro eleitoral, de olho nas eleições gerais de 2022 para o governo do Maranhão.

Nas redes sociais, o senador, agradeceu o apoio da ex-prefeita e ex-deputada estadual Maura Jorge, que desponta como favorita absoluta em pesquisas de intenção de votos enquanto pré-candidata pela terceira terceira vez, da cidade de Lago da Pedra. Em mensagem, o parlamentar tucano disse que segue preparando caminhos para entregar um futuro melhor aos maranhenses, o que claramente mostra, já contar com o recall eleitoral e bagagem política de Maura Jorge.

Agradeço a recepção mais do que especial da nossa amiga Maura Jorge e amigos em Lago da Pedra. Seguimos juntos, buscando preparar, transformar e entregar um futuro melhor para os maranhenses .Destacou o senador Roberto Rocha.

Nas últimas 24h foram registrados 1.405 novos casos e 16 mortes pela Covid-19

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta terça-feira (4), o Maranhão já totaliza 123.887 casos confirmados e 3.085 mortes por coronavírus. Nas últimas 24h foram registrados 1.405 novos casos e 16 mortes pela

 

Também de acordo com o boletim, o interior do estado é onde está o maior número de novos casos registrados com 1247, a ilha de São Luís registrou 118 e Imperatriz 40.

Dos mais de 123 mil casos, 8.747 estão ativos. Desses, 8.215 estão em isolamento social, 321 internados em enfermaria e 207 em leitos de UTI.

O estado já registra 112.059 pessoas recuperadas da doença. Mais de 272 mil testes foram realizados, 146.430 casos foram descartados e hoje (4), o número de casos suspeitos é 4.153.

De acordo com a SES, o estado tem 421 leitos de UTI e 1.041 leitos clínicos. Desse total, 180 dos leitos de UTI estão ocupados e 277 dos clínicos também.

Também de acordo com o boletim, os 16 novos óbitos notificados, aconteceram nas seguintes cidades: Anajatuba (1), Imperatriz (1), Jatobá (1), Lago dos Rodrigues (1), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (1), São Luís (1), Arame (2), Bom Jardim (3) e Timon (4).

Dos novos óbitos registrados no estado, dois aconteceram nas últimas 24h, nas cidades de Miranda do Norte e Bom Jardim. Os demais são de dias e/ou semanas anteriores, e aguardavam o resultado do exame laboratorial para Covid-19.

O Imparcial

Lago da Pedra -Contrato de R$ 410 mil é suspenso por indícios de superfaturamento


Um contrato de R$ 410.340,00 mil firmado pela Secretaria de Saúde de Lago da Pedra foi suspenso por indícios de superfaturamento.

A suspensão foi determinada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que acolheu o parecer do Ministério Público de Contas, onde consta detalhes da suposta irregularidade.

De acordo com a representação do MPC, a secretária de Saúde de Lago da Pedra, Pollyanna Gladyna Vieira Fialho Araújo, celebrou um contrato com a empresa Brasil Hosp para garantir o fornecimento de medicamento em caráter de emergência pelo valor já mencionado acima.

Ao analisar a documento do acordo contratual, os técnicos do Ministério Público de Contas identificaram indícios de superfaturamento na compra no valor de mais de R$ 247 mil.

A Brasil Hosp apresentou a proposta com menor valor global entre as três empresas proponentes, no valor global de R$ 410.340,00, contendo também os menores preços unitários em todos os itens, o que levou a Secretaria Municipal de Saúde de Lago da Pedra a firmar o Contrato nº 01018/2020.

Ocorre que, analisando os preços unitários ofertados no Contrato ora questionado, verificou-se que os mesmos estão acima dos valores de mercado se comparados com os preços praticados por outros municípios nos contratos anexados no SACOP e superiores ainda aos praticados pela própria empresa Brasil Hosp, nos Contratos nº 20202904-717/2020-01 e 20200805- 0804/2020-01/2020 firmados com a Prefeitura de Pedreiras, obtendo-se uma diferença de R$ 247.965,00 correspondente ao sobrepreço no contrato firmado com Lago da Pedra.

“Como se vê, a Secretaria Municipal de Saúde de Lago da Pedra, ao decidir contratar com a empresa que ofertou o Menor Preço entre as três empresas consultadas, sem fazer uma análise crítica dos preços ofertados, sem buscar correspondência dos preços propostos com os preços praticados por outros entes públicos, entre eles outros jurisdicionados deste TCE, efetuou uma contratação com sobrepreço da ordem de R$ 247.965,00 mil”, frisou o MPC.

Em razão disso, a Corte de Contas determinou a suspensão do contrato e a imediata revisão do mesmo adequando-o aos preços do mercado fornecedor de medicamentos.

A secretária de Saúde tem 15 dias para se manifestar nos autos.

Raposa -Andréia da Colônia se torna a única oposição com a união de grupos políticos .

 

Andréa da Colônia tem se apresentado como opção política para o eleitorado raposense, fazendo oposição aos grupos tradicionais que sempre estiveram no poder e são responsáveis diretos por tudo que tem acontecido de atraso em nossa Raposa.

Hoje, (30 ) mais uma vez foi tirado a prova de que esses grupos tradicionais não têm compromisso com o povo e sim para com os seus próprios interesses.

Pela manhã, na residência do presidente da Câmara, Beka Rodrigues houve um café da manhã oferecido pelo LACI ao EUDES BARROS em que uma grande negociata de PODER PELO PODER foi feita, ou seja, o GRUPO LACI FOI VENDIDO COMO MERCADORIA BARATA AO GRUPO EUDES E O GRUPO DO EUDES VÊ-SE AGORA NA OBRIGAÇÃO DE FAZER CAMPANHA PARA SUSTENTAR LACI NO PODER. Isso é uma total demonstração de que para se manter no poder vale até mesmo se unir com um dos seus maiores desafetos políticos o Eudes Barros.

Para quem não lembra o Eudes Barros é o responsável por José Laci ter tido suas prestações de contas desaprovadas e com isso lhe gerado um processo que resultou em prisão e até mesmo ter lhe tornado inelegível politicamente.

Por sua vez, quem não tem nada com isso é a Andréa da Colônia, pois dessa briga de “poder pelo poder” figura aí como a ÚNICA OPOSIÇÃO E VERDADEIRA MUDANÇA QUE A RAPOSA PRECISA, pois seu projeto é totalmente independente e tem como objetivo quebrar o domínio dessas duas famílias, dando ao povo uma opção de mudança e renovação no quadro político raposense.

Prefeito Djalma Melo declara apoio ao ex-prefeito Rui Filho Pré-candidato a prefeito de Arari .

Nas últimas horas  o município de Arari teve  grande  movimentação nos bastidores da política da baixada Maranhense   com a união do atual prefeito Djalma Melo e o ex-prefeito Rui Filho .

O ex-prefeito  Rui Filho concorrerá a prefeitura de Arari pelo partido PTB/14, sigla essa do atual prefeito da cidade Djalma Melo.

O atual prefeito de Arari Djalma Melo declarou apoio a pré- candidatura do ex-prefeito Rui Filho que irá concorrer as eleições deste ano no município.de Arari .

 

Secretario de Saúde de São Luís Lula Fylho é demitido

A Prefeitura Municipal de São Luís informouna manhã deste sábado (25) alteração no comando da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Sai do posto Lula Fylho.

“O nome do novo titular do órgão, que assume em substituição ao secretário Lula Fylho, será comunicado posteriormente”, diz o comunicado.

Lula Fylho foi um dos alvos da recente operação Cobiça Fatal, da Polícia Federal, mas a Prefeitura não informou se a saída dele tem alguma relação com o caso.

Gilberto Leda

 

Prefeita de Arame descumpre decreto dela mesma que proíbe reuniões

Uma prefeita do Maranhão deve ser obrigada a pagar, no mínimo, uma multa de R$ 500 depois de descumprir decreto editado por ela mesma durante a pandemia da Covid-19.

 

Jully Menezes administra a cidade de Arame. No início desta semana ela publicou decreto proibindo, dentre outras coisas, “a realização de festas, shows e reuniões de qualquer tipo”.

A própria prefeita, no entanto, descumpriu a determinação e realizou uma reunião política numa aldeia indígena. Detalhe: muita gente sem máscara por lá.

Pagará Jully Menzes a multa que ela mesma instituiu?

Foi o que questionamos à Prefeitura de Arame por email. Aguardamos retorno.

Fonte Gilberto Leda

Lagoa Grande do Maranhão-Promotoria abre procedimento para apurar compra de EPI’s

A 1ª Promotoria de Lago da Pedra instaurou um procedimento administrativo contra a Prefeitura de Lagoa Grande para apurar a compra de EPI’s durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A investigação está sob a responsabilidade do promotor Lúcio Leonardo Feliz Gomes.

Segundo informações, a Prefeitura de Lagoa Grande contratou a empresa M.Z de Sousa Bezerra Eireli, sem licitação, pelo valor de R$ 22.736,25 mil.

O objeto do contrato é o fornecimento de materiais de EPI’s para atender a demanda dos hospitais do Município.

O promotor Lúcio Leonardo quer ter acesso a todos os documentos relativos ao processo licitatório.

Fonte Neto Ferreira

Homem é encontrado morto no Bairro Planalto em Lago da Pedra

Na madrugada de quinta para sexta-feira (24), o corpo de um homem foi encontrado numa estrada do Bairro Planalto em Lago da Pedra.

Segundo informações, o homem se trata de Elinaldo Alves, de 31 anos. Os ferimentos e um pedaço de madeira encontrado próximo ao corpo mostram que ele foi vítima de homicídio enquanto voltava para sua residência. Segundo informações de populares, horas antes ele estava bebendo em um bar na companhia de outras pessoas.

O fato da moto dele não ter sido levada torna a possibilidade de latrocínio menos provável. Ainda de acordo com informações, a moto que Elinaldo andava foi deixada com a chave no contato.

A Polícia Civil irá dar continuidade às investigações.

– Com informações de Walney Batista